M.A.D. Estreia

M.A.D. Estreia
24/01/2020 a 26/01/2020

M.A.D. Não apenas um acrónimo, mas um adjetivo, também, e, dentro deste, uma ideia. Louco. O louco como o garante de tudo.

Um espetáculo que é uma simulação. A simulação de um campo de batalha onde se pretendem ver exploradas as indispensáveis loucuras que alicerçam o nosso mundo contemporâneo. Porém, este é também um campo de batalha onde, neste contexto das grandes loucuras que simultaneamente armadilham e dão forma ao globo, se jogam também as pequenas e quotidianas loucuras, as nossas pessoais, mais próximas, de relevância praticamente nula no grande panorama da história, mas onde esse mesmo panorama mais marcas deixa. Como nas palavras de Edward Bond, "as pessoas são ainda as cicatrizes da história.”

Esta será uma criação que explorará os nossos respetivos limites como intérpretes não de palavras que adaptamos à nossa realidade, mas da própria realidade da qual extraímos palavras. Agudamente conscientes de todas as concessões a que a nossa própria razão se vê obrigada a cada momento, levamos até ao palco a inquietação de uma loucura que se admite imprescindível a bem da nossa sanidade.

FICHA ARTÍSTICA
Direção e cocriação: Pedro Galiza
Interpretação e cocriação: Daniel Silva, Eduardo Costa, Inês Simões Pereira, João Castro, Pedro Quiroga Cardoso, Sara Neves e Teresa Arcanjo
Produção executiva: Inês Simões Pereira
Apoio à produção: Nuno Leites
Apoio à criação espaço: Ermo do Caos
Coprodução: Colectivo Grua e Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

M/12 anos
Duração: 75 minutos


Teatro
Comentários
Deixe aqui o seu comentário
Título:
Comentário: