"À Descoberta de Braga"
11/02/2014

A construção da Igreja e Convento do Pópulo, iniciou-se em finais do século XVI, pela ordem do arcebispo D. Frei Agostinho de Jesus, com o intuito de albergar o seu jazigo.
Ao longo do século XVIII, foram introduzidas diversas alterações de carácter barroco. Sob a autoria de Carlos Amarante, ainda neste século, procedeu-se a obras de reconstrução, conciliando as matrizes barrocas com o neoclássico, recebendo então o conjunto edificado, o atual aspeto.  Após 1834, altura em que as ordens religiosas foram extintas, o imóvel foi transformado em quartel militar, perdurando essa função até à última década do século XX, altura em que o imóvel foi adquirido pela Câmara Municipal de Braga, tendo-se então dado início a trabalhos de restauro e reabilitação necessários à salvaguarda do imóvel e sua adaptação às novas funções como serviços municipais. Nesse âmbito, entre 2006 e 2008, procedeu-se ao restauro do conjunto azulejar da escadaria nobre do Convento do Pópulo.

Inscrições: cultura@cm-braga.pt