Exposição Os Rostos do Meu Bairro
31/01/2019
Durante três meses, o fotojornalista Hugo Delgado capacitou 43 crianças e jovens e apoiou o processo de registo dos “Rostos do (Meu) Bairro”.
Quando o desafio surgiu os jovens não hesitaram, mas a equipa do projeto de intervenção social e o Fotojornalista convidado, habituado a fazer reportagem nestes territórios, sabia da importância de serem criados, numa primeira fase do projeto, momentos de reflexão e de formação dos futuros fotógrafos. Após a identificação dos diferentes rostos que pretendiam registar, através da estratégia de photovoice, a formação de fotografia permitiu a todos os participantes manusearem uma máquina fotográfica em modo manual, contrariando o processo fotográfico como é visto hoje, instantâneo, automático e sem pensamento e/ou composição. Ao acompanhar as realidades das crianças e jovens, o fotografo e as técnicas do projeto viram um lado mais revelador neste processo, a potencialidade ou a ineficácia de um lugar ocupado ou vazio. Os participantes procuraram, através das suas fotos, demonstrar como é possível colorir um espaço com pessoas e como esses mesmos espaços podem ficar cinzentos quando vazios.
 
O projeto, financiado pelo Programa Escolhas, e promovido pela Fraterna, através do Projeto Plano A E6G, teve uma componente de formação na área das Tecnologias de informação e comunicação e apoiou-se na fotografia para instrumentalizar o registo sócio demográfico dos dois bairros, Atouguia e Gondar.